Conceitos digitais inovadores para desenvolver seu negócio na internet!

Blog

E-commerce: Tendências e dicas para melhor atendimento ao cliente

.:: E-commerce: Tendências e dicas para melhor atendimento ao cliente ::.
17/07/2017

Para alcançar o sucesso no e-commerce, é necessário estar atento à evolução desse modelo com o surgimento de novas tecnologias. Listamos tendências e dicas para agregar valor aos seus produtos. Confira:

1. Aliar varejo online e varejo offline

O mundo do varejo está sofrendo grandes transformações. Conforme o número de e-commerces cresce, as lojas físicas tendem a fechar. A dica para oferecer uma experiência completa para o seu cliente é aliar o varejo online e o offline. Algumas ferramentas possibilitam identificar se o cliente fica muito tempo parado na página de um determinado produto e oferecem a vantagem de saber exatamente o que ele procura. Com isso, a empresa consegue melhorar sua experiência de compra, oferecendo preços competitivos. Por isso, construa uma experiência fluída para o cliente, que integre varejo online e offline, seja por meio de redes sociais ou estratégias mobile usando geolocalização.

2. Comércio mobile

De acordo com a IDC Brasil, foram vendidos 10,3 milhões de celulares no primeiro trimestre de 2016. A expansão do mobile commerce é uma consequência desse número. Pessoas com menos condições financeiras têm preferido comprar um celular a adquirir um computador e, de maneira geral, os consumidores sabem que os preços no comércio online são mais competitivos e oferecem descontos que o varejo offline não tem condições de oferecer. Invista na facilidade de pagamento com botões de “comprar com um clique”, eles impulsionam o consumidor a finalizar a transação.

3. Comportamento do consumidor

Os clientes estão mais exigentes e isso influencia em como as empresas estão formulando os modelos de negócio. Com o avanço da internet e da tecnologia mobile, o cliente ganhou poder no mercado, já que tem mais autonomia para buscar os preços e condições de pagamento que melhor atendam às suas expectativas. Uma prática comum entre consumidores é a consulta de preços em lojas físicas e a aquisição em lojas online. O contrário também acontece, os consumidores consultam lojas online e buscadores de preço para negociar o valor dos produtos em lojas físicas. Além disso, com a expansão das redes sociais, o boca-boca ganhou espaço entre os consumidores, que compartilham suas opiniões sobre diversos produtos. Por isso, empresas que ainda não entraram no setor do varejo online e, principalmente, em mobile, devem repensar sua estratégia se quiserem sobreviver à onda do e-commerce.

4. Mercado de tecnologia

O setor de e-commerce tem uma média de crescimento anual de 37% e, com o desenvolvimento da tecnologia, a tendência é que esse número cresça ainda mais. De acordo com pesquisa realizada pela ABCOMM (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), as plataformas de e-commerce mais utilizadas são: Magento (20,2%), Fastcommerce (5,9%), Vtex (5,6%), WordPress (4,7%) e Ciashop (4,4%). Algumas tendências de tecnologia para e-commerce são: gatilhos e automações para marketing e atendimento; chatbots para tirar dúvidas (e também como estratégia de venda proativa); autoatendimento; e mobile (tanto site como aplicativo). A tecnologia para e-commerce também aparece como aliada em rastreamento e monitoramento de resultado de campanhas, para identificar os canais de maior conversão; atendimento multicanal; integração com plataformas de anúncios; vitrine de produtos e e-mails personalizados. Por fim, os processos de gestão também são beneficiados com sistemas de ERP, controle logístico e BI (business intelligence).

 

  • Voltar